sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Charles Muniz no América

O técnico que terá a missão de salvar o América no Campeonato Pernambucano já tem nome. Charles Muniz. O treinador foi apresentado no final de tarde desta sexta-feira e provavelmente irá dirigir o elenco na partida diante do Santa Cruz, neste domingo no Ademir Cunha. Muniz, assim como qualquer outro treinador, terá dificuldades para recuperar o time e tirá-lo da zona de rebaixamento. Mas a verdade é que, pela contribuição que deu ao Porto de Caruaru em 2010, quando o Gavião do Agreste passou por situação semelhante que a nossa, podemos ficar esperançosos. Sem contar que em seus trabalhos utiliza-se da motivação e atenção a seus comandados, além de ser muito competente como Preparador Físico. Aliás, pelo que dele já ouvimos, em preparação física ele é, antes de mais nada, um estudioso contínuo no assunto, iniciando sua carreira inclusive no América-PE, em 1979 nesta função. Em 2011, Charles Muniz chegou a treinar o Vitória, por quatro rodadas, mas foi dispensado sobre a justificativa de divergência de ideia entre ele a os dirigentes. Pela Série A2 do Pernambucano, foi técnico do Timbaúba. Desde já, estamos na torcida para que o novo técnico do América possa fazer um bom trabalho e perfil ele tem para isso. Atualmente o que mais esse elenco precisa é de organização, disciplina, suor e muita motivação. Boa sorte, Muniz. E faça o que tem que ser feito (de melhor).

5 comentários:

  1. Uma boa escolha! Torcemos para que o nosso america poça sair desta zona de rebaixamento.

    ResponderExcluir
  2. eu como já falei EU ACREDITO na recuperação do America , ainda nao joguei , e nem vejo motivo para isso , sei que se o elenco se esforçar , tudo vai mudar , Charles Muniz seja bem vindo , e lhe desejo boa sorte.

    ResponderExcluir
  3. só resta desejar a Charles que ele faça um bom trabalho e livre o mequinha do rebaixamento.

    ResponderExcluir
  4. Apesar de acreditar que dois raios não caiam no mesmo lugar, continuo acreditando na reabilitação do Mequinha, Paulo Junior vinha pedindo jogadores a 4 rodadas e nada, agora começa a aparecer, é uma pena que só agora isso ocorra, depois da saída dele, mas tudo bem tudo pela difícil recuperação.

    ResponderExcluir
  5. Pedro, discordo plenamente de você. Quem comprometeu todo o planejamento do clube foi o técnico que mesmo com toda a liberdade para contratar seus homens de confiança e ter tido um reconhecimento ($$$) pelas suas ultimas duas temporadas no Mequinha ele não soube aproveitar a oportunidade pra se firmar como um grande técnico. Sem contar que foi um cabeça-dura continuar tentando fazer com que Rosivaldo, Alexandre Oliveira, Jailton e Claudio Romão se firmasse no time titular. Todos viram que estes jogadores não tem mais condiçoes de jogar profissionalmente, o tempo deles passaram e o Mequinha precisa de sangue novo. Era notório isso desde a estréia, mas parece que Paulo Junior pouco se lixava pra isso.

    Em respeito a pedida de novos atletas, os jogadores "diferenciados" que a diretoria trouxe ele simplesmente escanteou, basta ver que Denner, Pereira, Baiano pediram pra sair porque nao tiveram chances no time e Lewis foi dispensado de forma injusta, mesmo sendo bastante elogiado quando foi acionado.

    Paulo Junior este ano foi uma decepção, para ele e para quem esperava um América competitivo.

    ResponderExcluir